10 coisas para fazer em Healdsburg

Healdsburg é mais uma das cidades lindinhas que ficam no vale de Sonoma. Healdsburg fica à 1 hora de distância de San Francisco, em direção ao norte do estado. Uma escapada perfeita para uma noite ou até para um bate-volta, pra quem curte vinho e paisagens bonitas. Aqui eu conto pra vocês o meu roteiro de um dia em Healdsburg, com a minha lista das 10 coisas para fazer em Healdsburg.

Essas são as minhas sugestões de 10 coisas para fazer em Healdsburg

1 – Passeio de bicicleta

Healdsburg é daquelas cidades gostosas de explorar à pé ou de bicicleta, então resolvemos começar o dia pegando as bicicletas emprestadas pelo hotel, o que é bem comum por aqui. Saímos para passear na ciclovia o lado da linha de trem, um passeio fácil, já que a ciclovia é toda plana e cheia de árvores e bem-vindas sombras.

Existem várias trilhas de bicicleta mais profissionais ao redor da região e também uma super popular e mais longa, com 20 km, que passa pelos vinhedos. Nossa idéia inicial era fazer a dos vinhedos, mas depois de pensar um pouco, decidimos que queríamos mesmo experimentar vários vinhos e a idéia de sol + bicicleta + calor + vinho, não pareceu tão boa. Ficamos com o passeio de 1 hora pela ciclovia mais próxima  e saimos felizes pro próximo programa.

2 – Explorar a praça principal

Healdsburg Plaza é a ultra charmosa e antiga pracinha da cidade, construída no século XIX. O pequeno quadrado, com redwoods nas extremidades, tem várias lojinhas em volta, que vendem coisas locais e várias delas são especializadas em decoração, mas também tem doceira, sorveteria até uma livraria. Sente nos bancos, veja os locais passeando com seus cachorros, leia um livro e esqueça da vida. No verão, assista a um concerto de música.

10 coisas para fazer em Healdsburg

Tem até uma livraria, a Levin & Company, onde comprei livros quase raros, de autores locais, contando casos da cidade.

3 – Visitar o Fan Museum

Esqueça o conceito de museu  aqui e dê uma entrada no Fan Museum, pertinho da Healdsburg Plaza. Esse mini-museu faz você enxergar os leques de mão, tão usados séculos atrás, de forma totalmente nova. No passado, os leques eram usados como um acessório de moda e até com arma de batalha pelos samurais.

Esse museu com cara de lojinha antiga tem leques super valiosos do Século XVIII, da Europa, Asia e América. Garanto que são 15 minutos que vao alegrar o seu dia. Onde mais você encontra um museu de leques? Por isso, inclua o Fan Museum na sua listinha das 10 coisas para fazer em Healdsburg

4 – Degustar uma taça de vinho nas salas de degustação da cidade

É muito comum encontrar salas de degustação no vale de Sonoma, coisa que quase não existe em Napa. Em Healdsburg, vários tasting rooms ficam ao redor da pracinha e nas ruas ao lado. Escolha o seu e se instale ali pra uma (ou várias) taça de vinho pré-jantar. Nós escolhemos a Banshee Wines por acaso e depois descobri que ela é considerada uma das mais badaladas de Sonoma Valley. Lá é possível fazer a degustação ou pedir somente uma taça de vinho.

10 coisas para fazer em Healdsburg

Degustamos um Pinot e ficamos sabendo que eles são cuidadosamente produzidos por 3 amigos que começaram a vinícola num bar em San Francisco. A idéia inicial deles ao abrir o Tasting Room, era parecer uma casa de amigos, onde você vai tomar uns vinhos de aperitivo, objetivo totalmente alcançado. Só fique de olho, porque a maioria fecha cedo, as 19 horas.

5 – Ficar num hotel perto da praça, com direito a piscina e spa

Os bons hoteis da cidade são famosos por seu serviço e pelos seus spas. Ficamos num hotel super bom e com preço bem salgado, mas existem opções mais em conta. Ficar na praçinha ou ao redor dela é a melhor locaização possível. Vai dar pra sair pras salas de degustação à pé, jantar nos restaurantes da praça à pé, voltar da degustação e dos restaurantes depois de taças e mais taças de vinho à pé e tudo mais.

10 coisas para fazer em Healdsburg

Ficamos no Hotel Healdsburg, com quartos super confortáveis e grandes e serviço impecável. O café da manhã estava incluído na diária, a piscina e biccletas também. Os serviços do spa são todos cobrados à parte e não hospedes pagam $ 15 extras para usar a piscina. Se você decidir ficar num hotel sem piscina, vale muito a pena investir num tratamento lá para poder relaxar na beira da água.

Outros bons hotéis bem localizados na cidade são o H2 Hotel, do mesmo dono do que ficamos e o Healdsburg Inn. Numa linha mais econômica, mas também bem localizado, tem o Best Western Dry Creek Inn.

6 – Se perder pelo Dry Creek Valley, reino do Zinfandel e Sauvignon Blanc

O Dry Creek Valley é um dos vales que ficam em volta de Healdsburg e é famosos pelo vinho Zinfandel e Sauvignon Blanc. São 81 vinícolas na região para você se esbaldar e experimentar um montão de vinhos diferentes. Fomos visitar uma vinícola especializada em Pinot e Zinfandel.

Visitamos a Papapietro Perry, vinícola que foi muito recomendada e produz tanto Zinfandel quanto Pinot. Eles oferecem 2 tipos de degustação, uma com 2 pinots e um zinfandel, que custa $ 15 e outra que custa $ 25 com 3 Pinots. Alguém adivinha a que eu escolhi? #pinotlover #pinotaddicted

Saímos de lá com uma garrafa de lembrança. #quemnunca

7- Degustar Pinots no Russian River Valley, o melhor de todos!

Para quem ama Pinot como eu, degustar esses vinhos no Russian River Vallley, está no numero 1 das 10 coisas para fazer em Healdsburg! O vale é lindo e tranquilo, poucos carros, várias estradinhas de terra, portões perdidos nas trilhas e vinícolas no alto das montanhas com vistas maravilhosas do Vale. Nossa escolhida foi a Mac Rostie e não poderia ter sido melhor.

A Mac Rostie tem uma linda sala de degustação onde você pode escolhar se quer ficar do lado de dentro, numa ambiente bem moderno decorado com muitos acessórios de madeira e vidro ou sentar na varanda olhando para o vale. Tivemos sorte de chegar sem reserva e conseguir sentar no terraço.

Fomos super bem atendidos e escolhemos a degustação de $ 20, que incluia 1 Chardonnay e 2 Pinot. Logo que comentei da minha paixão por Pinots, eles imediatamente sugeriram que eu degustasse somente os Pinots e mudaram minha degustação para uma forma que me agradasse mais. Degustamos 3 Pinots de diferentes vinhedos, todos perfeitos. E, adivinhem? Saímos de lá com mais uma garrafa. #quemnunca2

8 – Jantar num restaurante na praça

Como de hábito, fomos escolher um restaurante quando chegamos. Demos uma volta na praça e verificamos as opções e nos apaixonamos pelo Dry Creek Kitchen. que ficamos sabendo depois, pertence ao dono do nosso hotel. O jantar ali foi uma sucessão de bons momentos, desde o serviço até o sabor dos pratos e o preço.

Escolhemos o menú do dia, por sugestão do garçom, que era uma simpatia. Quando ele percebeu a nossa dúvida em relação ao vinho,sugeriu que acrescentássemos os vinhos ao nosso menú por$ 18!!!

A entrada foi uma salada de polvo com folhas verdes que parecia um jardim no prato, de tão linda. O polvo estava perfeito, delicado e no ponto certo. Acompanhava um Pinot Noir, super delicado, de Russian River Valley.

O prato principal era camarão com rabanete. O vinho era um Chardonnay de Carneros, super refrescante, que acompanhava super bem a delicadeza do camarão.

A sobremesa foi torta de chocolate, linda, mas um pouco doce pro meu gosto. Imediatamente me ofereceram uma fruta no lugar.

O preço do menú do dia com 3 pratos era $ 36 por pessoa e mais $ 18 para incluir 2 taças de vinho. Achei o máximo o restaurante só servir vinhos da região. Conheço vários restaurante  de Napa que deveriam fazer isso também.

Vocês conseguem adivinhar se gostamos ou não do jantar pelas nossas caras?

Outra sugestão para almoçar na cidade de Sonoma é o Girl and the Fig, que falei nesse post aqui.

9 – Fazer comprinhas no Farmer’s Market

Nada combina mais com um bom vinho do que uma boa comida, concordam? E ingredientes frescos são muito importantes para o resultado final. Por isso,o Farmer’s Market é um lugar perfeto para se comprar frutas, legumes e verduras. Compramos uvas e castanhas para trazer para casa.

O Farmer’s Market de Healdsburg funciona às 4as das 16 – 19 horas e aos sábados das 8:30 ao meio-dia.

10 – Se perder pela cidade

A cidade é tão linda, que se perder pelas suas ruas é programa obrigatório para estar nas 10 coisas para fazer em Healdsburg. As ruas ao redor da praça tem muitas casa antigas.igrejinhas e mercadinhos, daquele tipo que você fica pensando quem mora ali.

Um passeio à pé te dá chance de ver a vida passar devagar, quase parando, mas no ritmo perfeito para as pessoas que escolheram essa cidade pra chamar de sua.

Na dúvida entre escolher Napa ou Sonoma? Leia esse post aqui.

Quer fazer um tour em português com guia brasileiro para Napa ou Sonoma? Clique nesse link aqui,

2 ideias sobre “10 coisas para fazer em Healdsburg”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *