Roteiro do Fausto e da Helen

O Fausto e a Helen são leitores do blog e contrataram um passeio comigo no dia que chegaram à São Francisco. Conversamos muitissímo, dei várias dicas e eles foram ultra-super-mega gentis e mandaram o roteiro deles, com vários detalhes, restaurantes, hoteis e transportes utilizados no período que estiveram na California. Juro que não é post pago  :-)   Fiquei super sensibilizada com todos os elogios aos meus tours. Super obrigada Fausto e Helen, tenho certeza que as dicas de vocês serão super úteis!

“De São Francisco a Las vegas de carro (18 dias)

 SÃO FRANCISCO E NAPA VALLEY

Chegamos em SF em 11/3/2013 à noite.

No dia seguinte embarcamos no carro da Maryanne (brasileira do blog hotelcalifornia) e tivemos uma panorâmica da cidade em português (não tem preço!). O passeio com Maryanne foi ótimo pois nos poupou de irmos a alguns lugares difíceis de chegar sem carro e nos mostrou locais que compensaria voltar (e voltamos!).

3º dia: fomos a pé para CHINATOWN (onde almoçamos) e de lá, ainda a pé, para o píer 1, de onde continuamos (a pé) para o píer 39, ou seja, fomos do mercado (comidinhas deliciosas, queijos, doces etc) até o fishermas’worf. Nesse percurso, passamos pelo píer que leva a alcatraz (o 33) e jantamos no BOUDAIN (píer 39), onde comemos o delicioso clam chowder (uma sopa no pão). Voltamos de táxi (U$ 13,00, um pechincha!)

4º dia: fomos para Alcatraz. O passeio é imperdível. Conhecer o ambiente de uma prisão de segurança máxima tão comentada foi surpreendente. Há fones com áudio em português que explicam parte dos mistérios e duas das tentativas de fugas mais famosas. É possível entrar no clima do lugar. No dia tinha um fog e estava frio, o que ajudou a aumentar a sensação que tinha Al Capone, homem-pássaro, e outros ilustres condenados. Reservamos com antecedência o passeio diurno, não conseguimos no noturno, portanto reserve com meses de antecedência do Brasil. Almoçamos no FOG HARBOR FISH HOUSE e caminhamos até a famosa fábrica de chocolate GHIRARDELLI, onde comemos o igualmente famoso SUNDAE. De lá, fomos a pé até a praça WASHIGTON SQUARE no bairro italiano onde fica a igreja em que MARYLIN MONROE tirou fotos de seu casamento (mas ela não pôde se casar lá pque seu marido era divorciado). Daí, fomos para o musical JERSEY BOYS no teatro que ficava em frente ao nosso hotel. Nem sabíamos na existência desse musical, mas como era de frente ao hotel, fomos conferir. Adoramos o espetáculo, que conta a história de Frank Valli e The Four Seasons.

5º dia: alugamos um carro, fomos para MUIR WOODS, um parque de sequoias há poucos minutos da Golden bridge. Fomos para o PALÁCIO DE FINAS ARTES, local que restou da exposição mundial de 1915. É realmente muito bonito (noivas se fotografam ali), vale as fotos. Almoçamos no NORTH BEACH RESTAURANTE no bairro italiano. No final da tarde, fomos para a cidade de Okland assistir um jogo de basquete do CHICAGO BULL’S. Show! Agradecemos a Maryanne por mais essa dica.

6º dia: fomos para NAPA VALLEY. Paramos na vinícola MONDAVI e depois comemos ostras maravilhosas na cidade de NAPA, num local imperdível (HOG ISLAND OYSTER). Na loja do lado comemos CUP CAKES maravilhosos. Voltamos para SF.

Onde ficar: UNION SQUARE PLAZA HOTEL: é um prédio antigo, quartos com tamanho razoável, bom preço e bem localizado.

Como ir: ande a pé por SF, as coisas não são longe e vá parando e conhecendo os lugares e as surpresas. Cansou? VÁ DE TÁXI! É muito barato e vale mais a pena do que transporte público. Por exemplo, eu e minha esposa pagaríamos U$ 12 para ir de bonde até o píer. De táxi, pagamos U$13! Quanto a NAPA, vá de carro, passe o dia e volte (a Maryanne tem um passeio por lá, vale conferir).

Onde comer: KATANA-YA: por pura sorte o restaurante (estrelado pela Michelin) ficava do lado no nosso hotel. É um legítimo japonês maravilhoso, com filas todos os dias (como estávamos do lado, íamos em horários sem fila). Tomei uma sopa picante ( servida num pratão que parecia um balde de grande!) com várias carnes e outras coisas (é o prato mais famoso, chama-se RAMEN ou NOODLE, tem também vegetariano). Cê pensa que não vai conseguir comer tudo, mas não é que dei conta? Minha esposa, mais conservadora, ficou num sushi/sashimi, mas eu repito: vá de sopão! Peça um cerveja ou refri bem gelado para refrescar a pimentinha, que vem na medida certa.

BOUDAIN Sourdough Bakery & Café(dica da guia Maryanne): no pier 39, tem o famoso CLAM CHOWDER (uma sopa no pão) imperdível! Minha esposa comeu uma sopa com creme de cebola, parece que tinha maça que é muito boa (peça também). Um CREME BRULÉE fechou bem a gostosa noite.

FOG HARBOR FISH HOUSE (dica da Maryanne): excelente comida, bons preços. Vale a pena.

HOG ISLAND OYSTER: na cidade de NAPA, é o paraíso das ostras. Não tínhamos comido ainda ostras cruas e ficamos surpresos pela delícia. As assadas também são fantásticas! No mesmo local (é um mercado) compramos deliciosos CUP CAKES numa loja especializada.

DE MONTERREY A LOS ANGELES

7º dia: fomos para Monterrey pela rodovia 101 (neste trecho não vá pelo litoral, hwy 1, porque é mais demorado e não tão bonito). Visitamos o famoso aquário de Monterrey. Vale a pena. Almoçamos do lado, no BUBBA GUMPI, especializado em camarões. Minha esposa, que não come (e não comeu!) camarões, gostou, mas eu esperava mais, é um pouco turístico. Fomos para a cidadezinha de CARMEL, andamos pela rua central que é bonitinha, procuramos um hotel, mas achamos caro, apesar de a cidade estar vazia. Voltamos para Monterrey a poucos minutos e ficamos no motel SUPER 8 por U$ 65,00 com café da manha, internet e estacionamento incluídos. Bom hotel, bom quarto, frigobar, microondas, bem melhor do que muitos hotéis mais caros que vimos por lá.

8º dia: pegamos a highway 1, paisagens magníficas do pacífico com vários mirantes. Visitamos o HEARST CASTLE, um rancho megalômano da década de 1930, que lembra o glamour da Hollywood clássica. Passaram por lá Greta Garbo e Chaplin. Vale a pena, as duas piscinas, uma interna outra externa, são nababescas.  Chegamos à noite em SOLVANG, uma cidade de imigrantes dinamarqueses, onde dormimos no WINE VALLEY INN, hotel charmoso estilo Dinamarca.

9º dia: fomos para SANTA BÁRBARA e na volta nos permitimos uma aventura: sair à caça de NEVERLAND, rancho do Michael Jackson. Fomos até OLIVOS, uma cidadezinha degustação, a rua principal só tem lojinhas para degustar vinhos. Seguimos a mesma rua e entramos na região rural, com a entrada de vários ranchos. Rodamos um bocado, vimos urubus comendo um esquilo na beira da estrada, o asfalto começou a ficar ruim e nada de NEVERLAND. Até que perguntamos para um ciclista e ele nos disse que a entrada de NEVERLAND estava cerca de 3 milhas atrás, mas só tinha no local uma porteira, sem qualquer referencia ou visão da mansão. Voltamos decepcionados, mas com um gostinho de confirmar: a terra do nunca não existe, pelo menos para nós mortais.

10º dia: no caminho para Los Angeles, paramos no CAMARILLO, imenso Outlet. Vá cedo pra aproveitar. Somente neste momento fizemos algum shopping na viagem. Na PERRY ELIS havia bons preços para camisas sociais e ternos masculinos (15 a 25 dólares as camisas). A GUESS também tinha boas promoções para elas. Chegamos por fim em Los Angeles, onde dormimos no CONFORT INN.

11º dia: fomos no Estúdio Universal, é um dia inteiro de diversão. Nos ofereceram exaustivamente o fast pass (para andar mais rápido na fila), mas nos recusamos a pagar mais por isso, e nos demos bem. Conseguimos ir em todos os brinquedos e não pegamos muitas filas. Em alguns deles não havia filas. Creio que em alta temporada deva compensar pagar pela fast pass, mas naquele dia estava bem tranquilo.

12º dia: Praia de SANTA MÔNICA e VENICE BEACH. No caminho, vimos um incêndio no apartamento da atriz do Crepúsculo, Ashley Greenes, quando os policiais nos desviaram da rota em razão dos inúmeros carros de bombeiro. Na VENICE BEACH vimos um pitbull atacando um cãozinho. Ufa, a vida real de Los Angeles é tão agitada quanto nos filmes.

13º dia: saímos cedo, passamos pela calçada da fama para a foto e fomos para Las vegas.

Onde ficar:SUPER 8 em Monterrey. SUPER 8 ou qualquer outro motel em Solvang ou adjacências. Se quiser algo dinamarquês mais típico, fique no WINE VALLEY INN. Se o motel estiver mais barato, vá de motel!

 LAS VEGAS

A viagem de carro de LA a LV é muito tranquila e rápida (gastamos cerca de 4 horas). Vale a pena ir de carro pelo deserto, melhor do que avião. Ficamos seis dias em Vegas, mas ficamos com a sensação de que 3 ou 4 seria ideal. Assistimos O (cirque soleil) e Shania Twain, ambos excelentes. Nos divertimos muito nos shows tributo às estrelas da música, com direito a Elvis Presley (claro!), Michael Jacson, elton John, Bioncé e outros (fomos em dois shows com esse propósito, o STARS e o LEGENDS).

Onde ficar: Ficamos no Tuscany Inn, cerca de um quilômetro da strip. Ótimos preço e quarto (grande e confortável). Dá pra ir a pé para a strip, mas no quarto dia já ficamos cansados.Recomendamos o TRAVELODGE, que é um motel bem no meio da strip e tem ótimo preço.

Onde comer: o buffet do planet holywood é bom e tem bom preço.

Trilha sonora de viagem: Gostamos de tudo um pouco na música (ouvimos muito Katie Melua, que é uma Norah Jones melhorada, vale a pena conferir), mas o que nos embalou na viagem de carro foi a seleção bem brasileira, como uma coletânea  imperdível do Altemar Dutra e amigos (Fafá de Belém, Fagner, Cauby e outros) e o último show lançado da maravilhosa Maria Bethânia.”

Fausto e Helen, agradeço muito, mesmo. Beijo pra vocês!

Sobre hotelcaliforniablog

Meu nome é Maryanne McD. Sou brasileira e moro em Berkeley (ao lado de São Francisco) há 6 anos. Publicitária de coração (enquanto morava no Brasil) e empresária por necessidade aqui. Sempre me pergunto pq brasileiro vai tanto prá Nova York e vem tão pouco prá cá. Minha família e amigos queridos ficaram no Brasil; em compensação, tenho minha gata e meu marido aqui comigo, e muita coisa prá contar.
Esta entrada foi publicada em Alcatraz, California, Carmel, Los Angeles, Napa ( cidade), Napa Valley, Perguntas + frequentes, Programe sua viagem, Restaurantes em SF, Restaurantes fora de SF, Roteiro SF-LA, Roteiros dos leitores, São Francisco, Sao Francisco a pé, São Francisco de carro. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

9 respostas a Roteiro do Fausto e da Helen

  1. hotelcaliforniablog disse:

    Fernanda, leia os posts na categoria Hoteis em SF. eu explico direitinho qual a area perigosa da cidade. Essa area que vc citou é super tranquila. bj

  2. Fernanda disse:

    Olá! Estou lendo a farta quantidade de informações que vc disponibiliza a nós, futuros viajantes. Obrigada por compartilhar de sua experiência!
    Bem, irei em outubro à Califórnia, iniciando por SFO. Gosto muito de fazer as coisas à pé e por isso gostaria, se possível, contar com sua recomendação! Ficarei hospedada na Union Square… A pergunta é: por onde não devo caminhar à pé? Há algum lugar não recomendável para caminhar ou algum dia/horario especifico?
    Por exemplo, do hotel até Embarcadero, The Ferry Building Marketplace? E de lá continuar até Pier 33 e depois Fisherman’s Wharf?
    Muito obrigada!

  3. hotelcaliforniablog disse:

    Claudia e Juliana, pesquisem no blog por favor, categoria “Hoteis SF” e vaaarios posts sobre Alcatraz. bj, M

  4. ClAUDIA disse:

    Oi Mary, gostaria de uma sugestão de hotel em São Francisco, bem localizado e seguro, sem ser tão caro.

  5. hotelcaliforniablog disse:

    Oi Ricardo, acho que o onibus hop on hop off serve melhor os pontos turisticos sim. Bj

  6. Ricardo disse:

    Olá Maryanne, tudo bem? Estive pesquisando no seu blog, e também em outros, sobre o transporte público em SF. Estava decidido a adquirir o MUNI pass de três dias. Surgiu uma dúvida lendo alguns posts e comentários. Pelo que pude verificar, o transporte público não serve todos os bairros e alguns pontos seria difícil de chegar utilizando o transporte público. Não sei até que ponto isto irá limitar minha viagem. Cogitei então adquirir o hop on – hop off bus de dois dias, pois ele aparentemente atinge todas as atrações da cidade, ao contrário do MUNI, inclusive a linha 30-Stockton. Será que você poderia esclarecer isso? Muito obrigado e parabéns pelo blog que está servindo de referência para montar meu roteiro.

  7. Mabili disse:

    Oi Mary! Obrigada! Nooossa, que boa noticia que têm onibus pra Monterrey! Eu quero taaaanto conhecer aquele aquário! Eu sei que vc têm pouca referência de transporte público, mas se vc souber uma linha ou onde eu acho o onibus que vai para Monterrey, ficaria muuuito agradecida! E para Muir Woods, será que consigo onibus ou alguma excursão? BeeijO!

  8. hotelcaliforniablog disse:

    Mabili, Camarillo não é considerado outlet de SF e sim de LA. Veja a categoria “outlets”no blog. Existe ônibus pra Monterey, mas pra Napa acho difícil ir de ônibus. bj

  9. Mabili disse:

    Uaaauuu! Muuuito bom o roteiro deles! Obrigado ao casal por compartilhar com a Mary a experiência, e a Mary por trazê-la até nós! Mary, uma pergunta: É possível ir de SF a Monterrey de ônibus? E a Napa, é possível ir de ônibus tbm? Existe outro Outlet mais próximo a SF e tão bom quanto o Camarillo? Obrigada! Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>