Castello di Amorosa, ir ou não ir?

Demorei pra fazer esse post, porque sinto que vai ser polêmico 🙂  Vão jogar pedras, discordar totalmente, tentar me convencer do contrário, dizer que sou preconceituosa e mais. Mas quero deixar aqui a minha impressão sobre a vinícola Castello di Amorosa; afinal o blog mostra o que eu acho legal, e acho que tem que mostrar também o que eu não acho legal. Não dizem que o blogueiro vive de credibilidade? Então, lá vai: acho essa vinícola um dos grandes micos do vale, talvez tão grande quanto o Wine Train que falei aqui, e vou explicar porque.

Castelo sem fosso em volta? Não curto não.

Castelo novinho? Não curto não.

1- Não gosto de coisas falsas. Isso vale desde gente falsa e bolsas falsificadas, até o Epcot Center com seu pavilhão internacional. Sendo assim, como eu posso curtir um castelo “medieval” que terminou de ser construído em 2007?  Tudo bem que a família dos proprietários já tinha tradição na indústria dos vinhos, mas pra mim, isso seria outro bom motivo pra construirem uma vinícola no padrão do vale, e não um castelo.

2- Não acho que os vinhos deles tenham nada de especial. São muitas uvas diferentes, e nada que se destaque. Dizem que um bom vinho é o vinho que a gente gosta, o que eu concordo. Portanto, pro meu gosto, uvas como  Gewurztraminer, deveriam ser abolidas de qualquer plantação de uvas que se preze.

3- A vinícola fica quase em Calistoga, o que faz com que ela seja um pouco longe pra um passeio de um dia só. Existem muitas opções melhores, mais bonitas e mais saborosas, bem mais perto de São Francisco.

Adorei o jeito que eles encontraram pra proteger os limões.

Adorei o jeito que eles encontraram pra proteger os limões.

Estou lendo um livro que fala sobre a criação do Napa Valley e todo o esforço que é feito pra que a região continue linda como é, para que a especulação imobiliária não acabe com a área e que o estilo de vida local seja preservado. Acho que minha grande implicância é com o fato de eu acreditar que pessoas que constroem uma vinícola como o Castelo di Amorosa, não pertencem a esse lugar. Se existissem mais Castellos di Amorosa por aqui, o Napa Valley deixaria de ser o que é. E isso, eu não quero que aconteça nunca.

Gostei dessa construção aqui, mas não descobri pra que serve.

Gostei dessa construção aqui, mas não descobri pra que serve.

Quer ir lá pra conferir? Aqui está o link pra agendar um tour. Também dá pra passar por lá só pra conhecer. Não se paga nada pra passear por lá.

E só pra terminar, falei do  Napa Valley que tem o astral que eu  curto e adoro,  nesse post aqui.

18 ideias sobre “Castello di Amorosa, ir ou não ir?”

  1. Oi Inês, eu sou um pouco suspeita pq acho essa coisas meio mico, eu não iria. Mas pode ser só implicância minha. Eu nao conheço excursao de um dia pra Napa. sei que alguns hoteis oferecem, mas é em ing;es e em grupo. Eu faço um passeio de um dia pra lá, está no blog no link “Tours com Hotel California”. um bj, M

    O Muni não vale em Sausalito, acho que o melhor jeito de ir pra la é de bike ou ferry, saindo do Pier 1 ou 39.

  2. Maryanne, tudo bem?
    Estou viajando com meu marido para San Francisco daqui a 15 dias, pela 4a vez, e não consigo enjoar dessa cidade / região. É o máximo. Desta vez, queremos fazer uma viagem com coisas diferentes.
    O que você acha daquele brunch tour de barco pela Baía de San Francisco, que sai de Ferry Building às 6as feiras de manhã? É mico?
    Já fomos a Napa Valley de carro uma vez, mas desta vez, gostaríamos e pegar uma excursão de um dia (ida e volta, sem hotel). Vc conhece alguma?
    Obrigada (adorei seu blog)

  3. Oi Maryanne,

    De fato é um mico essa vinícola! Eu fui em Janeiro de 2011. É super fake e não achei nada de mais no tour da degustação. A melhor coisa era um gato gordo super cara de pau que vinha no colo de todo mundo! hehehe

  4. Oi Ana Claudia, acho que vc nao precisa fazer reserva pros tours no castelo, a nao ser que vc va durante o verao. No seu caso, acho que seu filho vai curtir sim, vai firme 🙂 bj, M

  5. Oi, Maryanne!
    Não tinha lido esse seu post sobre o Castelo. Achei que vc tem 100% de razão.
    Mas tenho um filho de 14 anos que é absolutamente louco por castelos, e como ainda não consegui levá-lo em um real, acho que o fake vai dar pro gasto.
    Você sabe se para apenas conhece-lo é preciso fazer reserva e pagar ou só se formos fazer degustação?
    Mais uma vez muito obrigada pela ajuda.

  6. Esqueci de falar sobre o Castelo di Amorosa : não vale a pena ,é fake ,nada a ver com o espirito do Napa valley .Dica excelente é o Culinary Institute of America : comida deliciosa ,e o café que soó funciona nos finais de semana é excelente…enfim o Napa é espetacular e suas dicas sempre preciosas !!!

  7. Ano passado fui à California pela quinta vez ,e conheci o Napa Valley ,em apenas 2 dias,Ficou um gosto de quero mais.Voltei este ano no final de outubeo e fiquei 18 dias ,entre LA ,Santa Barbara ,San Francisco ,Lake Tahoe e Napa Valley.O Napa é algo espetacular ! Fiquei 5 dias inteiros na região.Me hospedei no Vintage Inn,hotel maravilhoso.Café da manhã incluido no preço,com Champagne e praticamente um brunch .Entre 3 e 5 da tarde um chá é servido com acompanhamentos deliciosos .Visitamos 4 vinicolas por dia ,todas maravilhosas.O almoço na Domaine Chandon ,vale muito a pena ,e os vinhos lá testados ,muitos não tem no Brasil.Visitei também a regiáo do Vale de Santa Ignez em SAnta Barbara ,e quem lá for ,não ficará decepcionado.caso precise de dicas de restaurantes ao redor de Napa e Sonoma ,Terei o maior prazer de dar dicas .

  8. Maryanne

    Vou seguir suas dicas e depois volto aqui pra te falar como foi…
    Continuo acompanhando seus posts todos os dias. São muuuito úteis e bem bacana a maneira como vc escreve.

    Bjo

  9. Oi Nigima, a estrada que vai pra Napa é a CA-29, lá estao a maioria das vinicolas pra serem visitadas. Se vc vai em uma só, eu recomendo o tour da Robert Mondavi. Depois podem ir até o Dean de Luca em Sta. Helena, ou o Oxbow Market em Napa. bj, M

  10. Maryanne, tudo bom??
    Estou adorando as suas dicas e comentários sobre a California… Precisaria de uma ajuda – estamos indo, eu, meu marido e minha filha de 10 anos para um bate-volta de SF à Napa. Gostaríamos de fazer um caminho por uma estrada bonita, sem pressa e visitarmos uma vinícola – pode se aquelas para turista mesmo – pois não somos grandes apreciadores de vinhos. Gostaríamos mais de sentir a região, passear e ver belas paisagens… um market para comprarmos algumas garrafas, queijos etc.. o que nos recomenda ???? Super obrigada!

  11. Tenho que concordar com vc..
    Estamos indo em Setembro prai, programando a viagem tem um tempo e já te disse que o seu blog é número 1 no critério informações úteis. Tem sido de grande valia, especialmente para a região de San Francisco.
    Vamos ficar 5 dias na cidade e praticamente fechei os roteiros. Depois vamos pra Sacramento e depois 2 dias inteiros em Napa, que está por eqto bem aberto. Estou colhendo todas as informações aqui no blog pra conseguir fazer um roteiro agradável e certeza que o Castelo não entra nele…. Estive pensando em escolher no máximo 3 winneries por dia, estaremos de carro e combinamos de cada dia eu ou meu marido ficarmos de “designed driver”, acho que pelo que eu li é uma ideia sustentável.. Pensei em fazer um tour por dia e nas outras passar para conhecer.. Vou ficar na região de St. Helena! Depois te dou um feedback… bjao e obrigada sempre!

  12. Jaciara, é um livro de um autor local, Paul Franson. O livro chama-se The Napa Valley insider’s guide to Napa Valley. Eu tô gostando muito. bj, M

  13. Mary, o melhor do blog é o modo como você vê as coisas, as analisa e mostra a sua opinião perante isso. Quando li ‘castello’ já pensei: nossa, em plena Califórnia? 2007? Portanto suas observações tem total validade! Não entendo de vinhos, porém concordo que há sim que se preservar uma área como essa da especulação imobiliária. Adoro seus posts! Cada dia mais curiosa pra conhecer todos os lugares que você nos mostra! Beijos

  14. Estive em Napa Valley no início do ano passado, apesar de ter feito um passeio de somente um dia, fiquei encantada, com certeza irei voltar. Fiquei curiosa pra saber qual o título do livro, tenho muito interesse em conhecer mais sobre a região. Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *