Os edifícios estranhos da cidade

São Francisco é uma cidade que tem uma opinião formada à respeito de todos os assuntos. O importante não é ser a favor ou contra: o importante é ter opinião formada. O assunto arquitetura é um tema polêmico na cidade, com muita gente contra os edifícios muito altos, que correm o risco de transformar  o nosso skyline numa nova Chicago; mas isso, seria no futuro.

Quer queira, quer não, vários crimes(?) aquitetônicos foram cometidos na cidade, e estão aqui pra ficar. Aqui estão os 5 mais polêmicos:

Fotor0303144458

44 Montgomery, Russ Building, Transamerica Pyramid, 100 Van Ness, Arterra

44 Montgomery – Construído em 1966, é o único prédio da região em alumínio, os restantes são todos de pedra. Foi projetado numa época que se dava poa atenção aos pedestres, o que explica o fato dele dominar até a calçada.

Russ Building – Foi o prédio mais alto da cidade até 1964. O projeto é bem exagerado, cheio de detalhes na fachada e na entrada. Fica na 235 Montgomery Street.

Transamerica Pyramid – Construído em 1972 para ser a sede de uma empresa de seguros, o prédio mais alto da cidade, logo se tornou um símbolo de São Francisco. Antes de 11/9, eram permitidas visitas até o último andar. Fica na 600 Montgomery Street.

100 Van Ness – Inaugurado em 1972 para ser sede da California State Automobile Association,sempre foi visto como uma caixa de sapatos de concreto. Está sendo reformado e vai se transformar em prédio residencial, com janelas do chão ao teto.

Arterra – Construídos em 2008, e um dos poucos prédios verdadeiramente modernos na cidade, o Arterra faz parte do projeto Mission Bay. Os prédios forma construídos usando as modernas tecnicas para reduzir o impacto no meio-ambiente. Fica na 300 Berry Street.

Li essa reportagem no San Francisco Chronicle. O link pro original está aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *