Prager Port, vinho do porto em Napa

Quando pensamos em Napa, nunca pensamos em vinho do porto, não é? Sempre achei que vinho do porto era somente produzido em Portugal, então fiquei bem surpresa quando descobri que existem vinícolas que produzem vinho do porto em Napa, e logo fui atrás delas. Como eu não sou fã desse tipo de vinho, levei o Paulo, que adora vinho do porto, comigo. Quer saber o que ele achou?

vinho do porto em Napa

Como dá pra produzir vinho do porto em Napa?

Como boa brasileira, com descendência portuguesa, minha primeira pergunta ao chegar foi: Como vocês podem produzir vinho do porto em Napa? O vinho do Porto é um tipo de vinho produzido só na região do Douro em Portugal. Mas, os vinhos fortificados ( que são vinhos aos quais se adiciona uma outra bebida destilada, que é o caso do Porto) são produzidos em vários lugares no Novo Mundo, inclusive em Napa. Os Estados Unidos seguem regras diferentes da União Europeia, portanto qualquer vinho fortificado pode ser chamado de Port aqui, que vale como um nome genérico. No caso dos vinhos do porto produzidos em Napa, o vinho recebe uma adição de conhaque para parar a fermentação e aumentar o teor de álcool.

A vinícola

A vinícola Prager Winery & Port Works é super familiar existe desde 1979. Os detalhes de uma vinícola pequena estão por todos os lados; a matriarca mora numa casa dentro da propriedade e prepara as amêndoas e nozes da degustação (e também vendidas lá), o irmão e cunhado te recebem para a degustação e você passeia pelo jardim da casa.

vinho do porto em Napa

vinho do porto em Napa

Degustação de vinho do porto em Napa

A vinícola oferece somente um tipo de degustação que inclui 5 vinhos do porto, por $ 20  e você leva a taça como lembrança. A degustação é feita em pé, dentro do salão, decorado ( estranhamente), com várias notas de $ 1.

Os 5 vinhos são bem diferentes entre si, tanto em sabor como em preço. O primeiro vinho servido foi um Sirah, de 2011, envelhecido por 2 anos e meio. O segundo foi o preferido do Paulo, o Royal Escort Port, que agora está em casa também. Em seguida, veio o Tinta Roriz de 2011, em Aria White Port, de 2013 e super interessante e diferente, feito com uvas Chardonnay e um Sweet Claire de 2015, feito com uvas Riesling, que foi o menos apreciado.

Durante a degustação, os donos conversam bastante e vão respondendo a todas as perguntas. Contaram que eles produzem um vinho que fica no barril durante 12 anos! Claro que pedimos pra experimentar e ele contou que já acabou há tempos, mas que lançarão nova safra em outubro.

Onde fica

A  Prager Winery & Port Works fica numa ruazinha super escondida, 1281 Lewelling Lane. O acesso é feito pela CA-29, logo antes do Harvest Table, em Santa Helena. Atenção para o horário diferenciado deles, das 10:30 às 16:30 diariamente. No site eles pedem que você faca reserva, mas quando liguei para fazer, eles disseram que não era necessário.

Leia mais sobre Napa Valley aqui

Harvest Table ( ao lado da Prager Port)

Auberge du Soleil, para um almoço rústico-chic

Como é voar de balão em Napa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *