Japanese Tea Garden: o jardim japonês no Golden Gate Park

O Japanese Tea Garden é um dos lugares mais visitados do Golden Gate Park. Ele fica na mesma praça onde ficam os museus, ao lado do de Young Museum. O jardim é uma réplica de um jardim japônes e tudo ali tem um significado.

Japanese Tea Garden

O jardim teve todas as suas árvores plantadas para a World Fair no ano de 1894, e foi criado por um australiano que morou durante anos no Japão, apaixonado pelos jardins orientais. Logo o imigrante japônes, Makoto Hagiwara ( hoje nome da rua onde o jardim se encontra), começou a tomar conta do jardim. Ele e a família cuidaram do jardim até 1942, quando os japoneses foram expulsos de São Francisco. A única construção original do jardim, é a casa onde se encontra a lojinha, previamente residência da família Hagiwara.

A lojinha, antiga casa da família

A lojinha, antiga casa da família

O portão de entrada do jardim é todo feito de madeira vinda do Japão, e foi construído por japonese, sem nenhum prego.  Supostamente, deve durar por volta de 200 anos. O portão de trás (o West Gate), também é feito de redwood em 1915, e está em ótimas condições. A única parte não original é o teto. Os dois portões são lindos e os detalhes devem ser vistos de perto.

Foto: SFChronicle

DSC00673

O Buda, o maior fora da Ásia é de bronze, e a primeira estátua era de redwood.

As pedras do chão são típicas de um jardim japônes; quando chove as pedras acumulam água e refletem as flores.

As pedras do chão são típicas de um jardim japônes; quando chove as pedras acumulam água e refletem as flores.

Um dos cantos abriga um “zen garden”. Esses jardins nunca tem água; não são espaços para se andar, mas para se apreciar e relaxar.

DSC00679

As pagodas são da feira de 1915, e apesar da cor ser correta, um autêntico jardim japônes ( no Japão), jamais teria uma pagoda.

DSC00683

Detalhes

A Wood bridge é super tradicional num jardim japônes.

A Wood Bridge é super tradicional e tem que existir em qualquer  jardim japônes.

DSC01887

Chá na Tea House

Após o passeio, você pode tomar um chá na Tea House, que, por incrível que pareça, foi o primeiro lugar no mundo a servir os biscoitos da sorte ( Fortune Cookies), provavelmente inspirados num biscoito parecido que já existia no Japão. Hagiwara lançou os biscoitos aqui em 1900, de onde eles foram para os restaurantes chineses e se espalharam pelo mundo. A origem dos biscoitos é disputada até hoje com a  Hong Kong Noodle Company, em Los Angeles.

A entrada para o jardim custa $8 ou grátis entre 9 e 10 da manhã, às 2a, 4as e 6as. O endereço é 7 Hagiwara Tea Drive. Veja como chegar nesse link aqui.

Todas as fotos desse post ( exceto a segunda), foram tiradas por mim em outubro 2014 e abril 2015.

10 ideias sobre “Japanese Tea Garden: o jardim japonês no Golden Gate Park”

  1. Pingback: São Francisco 1915, em exposição - Hotel California Blog
  2. Pingback: Retrospectiva 2015 – Melhores posts e novidades do ano que passou | Hotel California Blog
  3. Pingback: Acontece nesse final de semana em São Francisco | Hotel California Blog
  4. Quando fomos conhecer este Jardim fiquei encantada! Achei um dos lugares mais incríveis de São Francisco! Vale muito a pena conhecer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *