Mundo

É sempre bom estar em Barcelona

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Lembro que mesmo antes de morar nos Estados Unidos eu já adorava vir pra Europa; mas acho que depois que mudei pra lá eu passei a curtir  mais ainda, porque tudo é muito, muito diferente dos Estados Unidos.  Sempre imaginamos que os brasileiros fazem tudo como os americanos, mas acho que isso não é totalmente verdade. Vejo um pouco de Europa no Brasil, e nada de Europa nos Estados Unidos.

Tem muitas coisas que não entendo, e muitas coisas que curto muito. Por exemplo, como os europeus conseguem comer tanto e não engordar? Como pode ter tanto velhinho na rua se eles fumam feito chaminés? Como ainda pode ser permitido fumar em restaurantes? Como eles tomam banho sem molhar o banheiro todo? Será que todo mundo tem uma bota e um casaco bonitos pra usar no inverno? Meu Deus, como eles se vestem bem!

Nossa primeira vez em Barcelona, há 3 anos atrás foi otima. Ficamos na casa de amigos que moram aqui mesmo e conhecemos a cidade e os restaurantes como locais. Aprendemos a comer pão com tomate logo no primeiro dia, a dizer “vale” o tempo todo, a comer o maravilhoso “menu del meio-dia e a jantar nos restaurantes mais escondidos e gostosos da cidade (pena que nao anotava os nomes na época).

Dessa vez,viemos em outro estilo. Ficamos num hotel no Passeo de Gracia e eramos mais turistas do que qualquer outra coisa, mas foi ótimo também. Usei muito as dicas da Adriana Setti e do Ricardo Freire. Bati perna sem parar no Bairro Gótico e no Raval, e descobri o Eixample, um bairro cheio de edifícios com fachadas maravilhosas. Fui na La Pedrera de novo (e juro que volto lá cada vez que voltar à Barcelona), Sagrada Família, Parque Guell e passava todo dia em frente à Casa Batló e ficava olhando pra cima pra ver se eu via alguém por trás das máscaras das varandas. Entendi que a energia de Barcelona é totalmente diferente da energia de Paris. Enquanto Paris parece ter sido pintada com pincéis  impressionistas, com tudo muito suave e relevos que se sobrepõe, Barcelona parece ter sido jogada num quadro modernista, com tons escuros e claros e fachadas diferentes  que conseguem encontrar a harmonia.

Adorei a dica dos walking tours, fiz o do Bairro Gótico que foi ótimo. Como o percurso é todo feito à pé, você não sente o mico de  estar dentro de um tour. Gostei tanto que voltamos, dessa vez o Paulo e eu, pra fazermos o tour Gourmet que foi ainda melhor ( post seguinte) que o Gotic tour.

Tapeamos sem parar, tanto nas dicas da Dri Setti, como em novos lugares que descobrimos como o “Mar de La Ribeira”ao lado de Santa Maria del Mar e da Cerveceria Catalana,na esquina da Rambla Catalunha e Mallorca, no Eixample ( pronuncia-se eichample), os dois lugares foram dicas de locais também.

Vou ficar devendo as fotos. Resolvi subir o post sem links e sem  fotos, porque essa  conexão tá muito ruim.

Nada como uma boa conexão americana, faz muita diferença. Aqui vão as fotos:

barcelona-006web

barcelona-022web

barcelona-025web

barcelona-027web

barcelona-028web

barcelona-049web

barcelona-081web

barcelona-090web

barcelona-111web

barcelona-118web

barcelona-164web

barcelona-186web

barcelona-192web

4
Deixe um comentário

avatar
  Assinar  
o mais novo mais antigo
Notificar de
Kelly
Visitante
Kelly

Olá Maryanne!
Estou devorando seu delicioso blog por conta de uma viagem ano que vem.
Inconveniência e folga pura quem fica perguntando mil coisas antes de ler e procurar, é tão gostoso viajar pelos relatos, escolher suas próprias preferências…
Acabei caindo aqui de curiosa (nas viagens para fora da CA) e é uma paixão absoluta ler sobre Barcelona, que pretendo voltar em breve. Minha semana intensa por lá não foi suficiente para tanto mais que há… Por favor, não identifiquei, pode me dizer em que lugar foram tiradas as fotos 7, 8 e 9?
Beijos

Conceicão Freitas
Visitante
Conceicão Freitas

Fuçando na net descobrir essas dicas que serao bem valiosas. Estamos indo em setembro proximo, e gostamos de pesquisar bastante antes da viagem.
valeu, abraços