O que Fazer?

Já conhece os Pinots da região vinícola de Santa Cruz Mountains?

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Quem passa sempre por aqui sabe da minha paixão pelo  Pinot Noir da California. Apesar de Napa ser a terra dos cabernets, Pinot é disparado minha uva preferida e não me canso de experimentar novas marcas, diferentes regiões e diferentes safras. Dessa vez, fui atrás de um novo conceito de Pinot, numa região de vinho pouco conhecida, apesar de muito perto daqui: Santa Cruz Mountains.

460x1240_Fotor
Mapa: SFChonicle

As Santa Cruz Mountains

As montanhas de Santa Cruz ficam na região do Vale do Silicio, e alguns dos vinhedos ficam literalmente em cima da cidade de Palo Alto, uma região muito fria e com muito fog, já que é banhada por água dos 2 lados: de um lado o Pacifico, do outro lado a Peninsula (que é como chamamos aqui a estreita faixa de água que banha a região interna do Vale do Silicio).

Por ser uma região montanhosa, as principais vinícolas ficam longe uma da outra e é uma região complicada de dirigir. Ali, mais do que nunca, vale a regra de não dirigir após beber. Por outro lado, é uma região que está no meio do caminho para vários lugares; no final do post darei sugestões de roteiros interessantes por ali. Fui até a vinicola Thomas Fogarty, que fica à  1 hora do centro de São Francisco. Os vinhedos são bem no alto da montanha, onde soprava um vento absurdamente frio, apesar do dia ensolarado.

Apaixonada por essas caixinhas de correio que estão por todos os lados
Apaixonada por essas caixinhas de correio que estão por todos os lados
A entrada da vinícola
A entrada da vinícola
Os vinhedos
Um dos vinhedos

Vinícolas em Santa Cruz Mountains

A vinícola oferece 2 tipos de tastings ( não é preciso fazer reserva),  um com tipos variados como Chardonnay, Gewurztraminer e Pinots  ( $14 a degustação) e outro  com 5 tipos de Pinot, de diferentes vinhedos. Os vinhos foram apresentados em ordem do mais barato ( $ 35 a garrafa) até o mais caro ( $ 85 a garrafa). A primeira coisa que notei é que os vinhos tem um sabor muito diferente dos produzidos em Napa e Sonoma, São mais leves, com menos aroma de frutas vermelhas e mais aromas de terra.  E a diferença entre os vinhedos é muito fácil de ser percebida, através das colorações e equilibrio de cada um. Meu preferido foi o Estate Pinot Noir Will’s Cabin Vineyard, que custa $ 35 a garrafa. A degustação custou $ 25 por pessoa.

DSC05871_Fotor

DSC05877_Fotor

DSC05881_Fotor

Eu planejava sair de lá e ir até outras vinícolas, mas elas são bem distantes uma da outra. Acabei indo até Palo Alto para almoçar. Aproveitei e dei um pulinho pra ver a casa onde Steve Jobs morou e a garagem onde a Apple começou. Tudo ali pertinho, ao redor de Palo Alto, no meio do Vale do Silicio.

As outras vinicolas indicadas são a Santa Arcangelli Family Wines, Big Basin Vineyards e Beauregard Vineyards. Eu só visitei a Thomas Forgarty e adorei. Não deixe de conhecer, se você gosta de Pinots.

Visita às Santa Cruz Mountains

As vinicolas de Santa Cruz Mountains combinam com:

1 – Uma ida a Monterey: Separe 2 horinhas extras pra gastar por lá.

2 – Um dia no Vale do Silicio: Vá até Stanford e Palo Alto e termine com uma ida à uma ou duas vinicolas.

3 – Uma ida à Santa Cruz: Você pode atravessar essa região montanhosa e chegar até a cidadezinha litorânea de Santa Cruz. Ou ir direto pela praia e escolher as vinícolas mais próximas ao mar.

4 – Uma passada por Half Moon Bay e depois seguir para as vinícolas

5 – Um dia só de vinicolas: nesse caso, comece pela mais distante e volte em direção à San Francisco

Assinar
Notificar de
guest
4 Comentários
o mais novo
mais antigo
Inline Feedbacks
View all comments
Mari Vidigal
4 anos atrás

Delícia de post! Sou definitivamente uma Cabernet Sau. Girl, mas não recuso um belo Pinot! Já passei algumas vezes em frente dessa vinícola, mas nunca parei. Ótimo saber que é das boas!

PS: Meeeeeu, a casa do Jobs fica a 5 minutos daqui. Dá próxima trate de dar um alozinho! Rs