Napa

The French Laundry de Thomas Keller

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Um dos meus programas preferidos aqui em domingos do sol é ir até Napa almoçar em um dos vários restaurantes estrelados da região. Daqui de casa até lá, dá uma hora de carro, com um pouquinho só de trânsito, nada que tire o humor de quem está dirigindo. Esses almoços acontecem normalmente nos restaurantes de Yountville, que virou  a cidade gourmet do vale. Agora a maioria desses restaurantes tem estrelas do Michelin, mas na época que comecei  a ir, eram só restaurantes gostosos, sem nenhuma frescura.  Dava pra escolher no domingo mesmo, ligar pra lá e reservar. Todos, menos um claro: o The French Laundry.

logo-fl-web

The French Laundry

O The French Laundry é classificado no guia Michelin, como o único 3* da California, e por todo o californiano como o melhor restaurante dos Estados Unidos ( é, também somos bairristas por aqui). O The French Laundry pode não ser o melhor restaurante dos Estados Unidos, mas da California ele é sim, pois se o Brad Pitt e a Angelina Jolie quiserem comer em algum restaurante 3* nesse estado, terão que sair de   Los Angeles e ir até Yountville.

Jantei no The French Laundry em setembro de 2005,  alguns anos atrás, e nunca mais voltei. Acho que o jantar lá é uma experiência única, talvez válida por uma década ou por um tempo bem  longo. Claro que não lembro detalhes, mas lembro que o jantar era composto por 6 pratos quentes e três sobremesas, que mudam a cada dia. Tem um menú degustação com carnes, e um menú vegetariano. O jantar demorou 4 horas e foi tudo de bom o tempo todo;  cada prato vem com uma explicação caprichada, ninguém te apressa e você passa o tempo que quiser se maravilhando com o ambiente, os sabores, os cheiros que saem da cozinha e o serviço  impecável.

pregador-fl-web

Claro que tudo tem seu preço,  e o deles  é alto. Mas vale pra uma vez sim. Em 2005, pagamos $ 520 por um jantar pra dois, em que tomamos somente meia garrafa de vinho porque voltamos pra São Francisco dirigindo após o jantar. Achamos que valeu pela experiência. Um casal de amigos esteve por lá o ano passado e resoveu pedir uma garrafa de  um bom vinho, pois dormiriam em Yountville; a conta deles foi de $ 880 e eles não curtiram tanto quanto nós. O preço do menú degustação hoje é $240 por pessoa.

Reservas

Dizem que em tempos de crise, tá ficando mais fácil reservar uma mesa por lá. Eu não tentei, mas  aconselho os dois  meses “padrão” de antecendência e muita paciência. Quando estive lá foi bem difícil conseguir a reserva, e  depois de várias tentativas super “by the book”  sem  sucesso, resolvi apelar pro jeitinho brasileiro. Consegui minha reserva três semanas antes ligando pra lá um montão de vezes e deixando vários nomes diferentes com números de telefone de amigos. Não sei se foi isso, mas me ligaram no dia que eu queria ir alegando uma desistência e perguntando se eu poderia  estar lá algumas horas depois. Disse que sim, mas cheguei bem atrasada, e não teve problema ( a não ser o fato deles  ligarem três vezes no caminho). Clique aqui pra ver dicas de como conseguir sua reserva atualmente.

Se você não está disposto a ir ao The Franch Laundry, experimente  Thomas Keller em Yountville no Bouchon, na Bouchon Bakery ou no Ad Hoc. Em Nova York no Per Se, que ele descreve como uma versão urbana do The French Laundry. Ou compre o livro de receitas na Amazon e tente a sorte em casa.

Fotos: divulgação

3
Deixe um comentário

avatar
  Assinar  
o mais novo mais antigo
Notificar de