Onde Comer?

Delfina, um italiano no centro do Mission District

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

O Mission District é um bairro barulhento por natureza. Comparável à Vila Madalena em São Paulo,  os carros buzinam nas ruas, os casais esperam seu lugar nos barzinhos com garrafas de cerveja na calçada, grupos de amigos conversam em voz alta enquanto passeiam de lá pra cá procurando um lugarzinho pra sentar. O Delfina Restaurante fica quase na esquina de um desses quarteirões, com a Pizzaria Delfina ao lado. Tudo superlotado. A casinha amarela com a placa onde se lê Delfina em azul transbordava de  gente por tudo quanto era lado. E sabe a que horas? Às 6 da tarde. Esse foi  o único horário disponível, quando liguei 3 dias antes, pra conseguir reservar uma mesa pra 4.

delfina-web

Restaurante Delfina

Dentro do restaurante, o ambiente é super acolhedor e despretensioso, apesar da fama e de todos os prêmios que já ganhou desde que abriu  em 1998.  Paredes de madeira, um quadro vermelho em cima da cozinha aberta onde se vê o trabalho louco  dos cozinheiros, o balcão de mármore, luz suave e o bar com o quadro negro mostrando a carta de vinhos em taça, escrita em italiano.

vinhos-web1

O serviço é bem atencioso e a comida bem gostosa. Começamos pedindo um azeite especial e azeitonas da Espanha como antipasto, que vieram com um pão quentinho e muito macio.  Achei as  azeitonas mais bonitas do que gostosas; não eram tão carnudas como eu esperava, mas tinham um tom de verde que  nunca vi em nenhuma azeitona antes.

olives-web

Entradas e Comida

De entrada fomos de saladas, lulas frescas com salada de feijão branco e uma tal de  “ribollita da Delfina” que o garçom explicou que era uma espécie de sopa de legumes. Ficamos todos surpresos quando a ribollita apareceu fantasiada de um grande bolinho de legumes?! Como ele era muito atencioso, resolvi não reclamar e o tal bolinho até que era  gostoso, mesmo não sendo nada do  esperado.  Pedimos vinhos italianos, já que a carta contempla só poucos vinhos da California e vários vinhos italianos.  Meu Pinot Nero era ultra leve ( U$ 8.75), mas notamos que a taça servida era bem menor que a média. De prato principal, fomos de nhoque, ravioli, frango e coelho. Todos ótimos. Ainda conseguimos dividir duas  sobremesas que também foram boas.

calamar-web

O jantar  (com antipastos, entradas, pratos, 2 sobremesas, 3 taças de vinho e 2 cervejas) saiu por U$ 200, um preço bastante bom pra São Francisco ( e acho que pra São Paulo também).  Pra ir ao  Delfina, você precisa fazer a reserva (só abrem pro jantar) com alguns dias de antecedência, se você não quiser chegar lá e esperar hoooras na calçada. A pizzaria ao lado é tão cheia quanto o restaurante com a diferença de que  não aceitam reservas, mas abrem pro almoço.

A Fernanda do Chucrute, fotógrafa oficial das nossas refeições esqueceu  a câmera, então sorry, mas só temos as minhas fotos mesmo.

Delfina Restaurante:

3621, 18th Street

(415) 552-4055

Outros posts de  restaurantes em São Francisco:

Zuni Cafe

Slanted Door

Assinar
Notificar de
guest

10 Comentários
o mais novo
mais antigo
Inline Feedbacks
View all comments
Sala de jantar
Sala de jantar
11 anos atrás

Oi Maryanne! Eu fui recentemente a São Franciso e pude conhecer o Delfina Restaurant e o Cafe Zoetrope. Escrevi sobre eles no meu blog (salajantar.blogspot.com.br). Aproveito para dizer que o seu blog ajudou muito no meu roteiro de viagem.
Um abraço.

Telma
Telma
15 anos atrás

Maryanne, estou no Mission District – na Guerrero St. A lavanderia q uso é em frente ao Delfina – ainda nao fui mas tô pra ir, passo por la e fico babando naquelas pizzas. Mission é um bairro muito simpatico, tive a maior sorte de ficar aqui (casa de uma amiga de uma super amiga q mora em Berkeley).
Quando voltar ao Delfina tente ir após as 17h, hora que sai a fornada de paes da Tartine (fica na mesma calçada, na esquina). Temos bons paes no Brasil, principalmente em SP, mas este daqui é maraaaavilhoso!!!!

André
André
15 anos atrás

Nossa, aqueles bolinhas na tigela são azeitonas? Não sei se é ilusão de ótica, mas elas parecem um tanto quanto… super desenvolvidas!
hehehehe